Presépios Antas 2021: Leve Jesus ao próximo

Image Modal
Folha Dominical 23 de Janeiro de 2022
https://www.paroquia-antas.pt/  «Cumpriu-se hoje esta passagem da Escritura»
DOMINGO III DO TEMPO COMUM ******************************************************************
Combate à pobreza é uma «decisão política»
e revela falta de «consenso» e de «miopia» no debate eleitoral
******************************************************************
O professor de Economia Carlos Farinha Rodrigues, investigador do Instituto Superior de Economia e Gestão(ISEG), afirma que o combate à pobreza é uma “decisão política”, lamenta que este não seja um “desígnio nacional” e assinala a ausência do tema nos debates decorrente de uma “miopia política”. O investigador lamenta que, em duas semanas de debates com os partidos com assento parlamentar, o combate à pobreza não tenha sido abordado: “É lamentável que as questões da pobreza e da exclusão social praticamente tenham estado ausentes do debate. Existe alguma miopia política em não trazer para o debate as questões da pobreza e exclusão social”. O Instituto Nacional de Estatística revelou dados que dão conta de um retrocesso nos indicadores de pobreza: em 2020, segundo dados revelados pelo INE em dezembro de 2021, “200 mil pessoas que caíram em situação de pobreza”. Recorda que nos últimos “cinco, seis anos”, verificava-se uma “evolução extremamente positiva nos principais indicadores de pobreza, desigualdade e exclusão social” que retrocederam perante a pandemia. De um legado “trágico” que a pandemia está a deixar até à verificação de uma tendência ou de um “momento pontual” no retrocesso dos indicadores de pobreza, o investigador assume cautela: “Isso vai depender da evolução da pandemia, que continua envolta em grandes níveis de incerteza, mas depende em muito das políticas públicas que forem implementadas para combater, contrariar, este agravamento da situação social.  E é nesse sentido que estas eleições são particularmente importantes”. Explica que os fundos no âmbito do Programa de Resolução e Resiliência (PRR) sendo “importantes” não podem ser “isolados” de outras políticas públicas, concretamente da agenda 2020-2030: “Quando olhamos para qual vai ser o papel destes vários fundos no combate à pobreza e à exclusão social, eu diria que provavelmente o papel principal, até nem vem do PRR, mas dos outros instrumentos (…).  Os problemas não são essencialmente técnicos nem financeiros. É um problema de vontade política que qual a prioridade que os decisores públicos atribuem ao combate à pobreza”.
Carlos Farinha Rodrigues sublinha que a pobreza “não é um problema dos pobres” mas “nacional e de conjunto” e reforça o quanto a pobreza diminui a coesão social. O contexto de “profunda crise sanitária e social” mostrou, na opinião do investigador, a necessidade de Portugal ter “um Estado social forte”: “A pandemia permitiu evidenciar lacunas e fragilidades do nosso Estado social, algumas já conhecidas, outras que de todo nós não nos tínhamos apercebido da sua importância.  A economia do pequeno biscate, que tantas vezes serve de almofada para amortizar os efeitos da crise, desta vez teve de parar, deixando de pessoas completamente sem rendimentos, pessoas que tinham uma relação ténue com o mercado de trabalho e estavam fora do sistema normal de proteção social”. Termina por destacar o contributo que o Papa Francisco na “chamada de atenção para a produção e distribuição dos recursos”, para “as questões sociais, para a defesa da Casa Comum, sobre que sociedade deixar às futuras gerações”. E assinala: “Com o Papa Francisco assistimos a um certo renovar da Doutrina Social da Igreja, renovação que passa essencialmente por ir além do diagnóstico e passar à ação com medidas concertas para combater e erradicar a pobreza. A DSI, e em particular este novo impulso que está a ter, é fundamental no sentido de conseguirmos que a sociedade no seu conjunto assuma este desígnio de combater a pobreza”.  Agência Ecclesia *****************************************
INFORMAÇÕES PARA A COMUNIDADE
*****************************************
EUCARISTIA NAS CAPELAS – Belém: dias 29 janeiro, 12 e 26 fevereiro; Contumil: dias 5 e 19 fevereiro, às 17h00.  No sábado, dia 29 de janeiro, às 16h00, terá lugar o Concerto de Reis, este ano a realizar-se em data mais tardia atendendo à situação pandémica que estamos a atravessar. A entrada é livre!
O Concerto terá a presença do Grupo Alium Ensemble, um quarteto de cordas protagonizado por alguns dos nossos Jovens, empenhados na animação da Eucaristia dominical das 09h45 e dedicados na apresentação deste concerto, à semelhança do ano anterior, na altura transmitido online.
Terá também a participação do EncAntas Coro, coro que anima a Eucaristia das 09h45, dirigido por Helena Oliveira e Joaquim Serra. A não perder!  SEMANA DE ORAÇÃO PELA UNIDADE DOS CRISTÃOS - Decorre de 18 a 25 de janeiro, sob o lema «Vimos sua estrela no Oriente e viemos prestar-lhe homenagem» (Mt 2,2). PARTILHA DE BENS – Continuamos a apelar à vossa generosidade para com o fundo paroquial, através da contribuição da côngrua, tão importante para o sustento do clero desta comunidade. Apelamos ainda para a vossa contribuição para o fundo de obras, tão necessário nesta altura como certamente podeis visualizar pela limpeza e pintura da Igreja Paroquial. Poderão fazer a contribuição na secretaria paroquial, ou através do IBAN PT50 0007 0000 0091 0488 0762 3. Desde já, o nosso muito obrigado.
Folha Dominical  23 de Janeiro de 2022       https://www.paroquia-ant
Folha Dominical 16 de Janeiro de 2022
https://www.paroquia-antas.pt/  «O primeiro milagre de Jesus»
DOMINGO II DO TEMPO COMUM ************************************
Conferência Episcopal Portuguesa
************************************
Informação sobre alguns assuntos da reunião do Conselho Permanente da Conferência Episcopal Portuguesa realizada no dia 11 de janeiro por via digital. 1. O Conselho tomou nota da apresentação pública da Comissão Independente para o Estudo de Abusos Sexuais na Igreja Católica Portuguesa, ocorrida ontem na Fundação Calouste Gulbenkian, congratulando-se com os passos iniciais até agora empreendidos. 2. Está previsto para breve um encontro das comissões diocesanas para a proteção de menores, para acertar procedimentos comuns do seu trabalho e proceder à constituição de um grupo coordenador a nível nacional. 3. O Conselho apreciou dois documentos para aprovação na próxima Assembleia Plenária, que estão em fase de auscultação em ritmo sinodal junto das instâncias diocesanas e de outros organismos eclesiais: «Ministérios laicais para uma Igreja ministerial»; «Itinerário de Iniciação à Vida Cristã com as Famílias, com as Crianças e com os Adolescentes». Está também em preparação uma Nota Pastoral para apresentar a nova edição do Missal Romano, o qual entra em vigor na próxima Quinta-feira Santa. 4. As próximas Jornadas Pastorais, que vão decorrer de 20 a 22 de junho, abordarão o tema da Sinodalidade, a partir das sínteses das Dioceses e da Conferência Episcopal. 5. Foram feitas as seguintes nomeações: D. José Cordeiro, Presidente da Comissão Episcopal da Liturgia e Espiritualidade, como Delegado Nacional aos Congressos Eucarísticos Internacionais (recondução); P. José Carlos Teixeira Ribeiro, da Diocese do Porto, como Assistente Nacional do Movimento dos Convívios Fraternos, para o triénio 2022-2025. 6. O Conselho Permanente apela de novo à importância da vacinação para todos os cidadãos contra a Covid-19 e ao cuidado reforçado em relação às medidas de proteção nos espaços litúrgicos, tais como o distanciamento previsto nas normas, a higienização e o uso de máscara. 7. Tendo em conta o processo eleitoral em curso, o Conselho apela à participação democrática dos cidadãos no ato eleitoral do próximo dia 30 e pede aos partidos políticos que apresentem com clareza as suas propostas quanto aos grandes problemas da sociedade, sobretudo no que diz respeito à vida humana e sua salvaguarda integral, às situações de pobreza e coesão económica, às questões da justiça, à desertificação do interior do país, à situação dos imigrantes e aos problemas ambientais.  *****************************************
INFORMAÇÕES PARA A COMUNIDADE
*****************************************
EUCARISTIA NAS CAPELAS – Belém: dia 29 jan.; Contumil: dia 22 jan., às 17h00.  No sábado, dia 29 de janeiro, às 16h00, terá lugar o Concerto de Reis, este ano a realizar-se em data mais tardia atendendo à situação pandémica que estamos a atravessar. A entrada é livre!
O Concerto terá a presença do Grupo Alium Ensemble, um quarteto de cordas protagonizado pelos nossos Jovens, empenhados na animação da Eucaristia dominical das 09h45 e dedicados na apresentação deste concerto, à semelhança do ano anterior, na altura transmitido online.
Terá também a participação do EncAntas Coro, coro que anima a Eucaristia da catequese (09h45), dirigido por Helena Oliveira e Joaquim Serra.
A não perder!  SEMANA DE ORAÇÃO PELA UNIDADE DOS CRISTÃOS - Decorre de 18 a 25 de janeiro, sob o lema «Vimos sua estrela no Oriente e viemos prestar-lhe homenagem» (Mt 2,2). DOMINGO DA PALAVRA DE DEUS - Dia 23 de janeiro. O Domingo da Palavra de Deus, que o Papa Francisco quis que fosse celebrado todos os anos no III Domingo do Tempo Comum, recorda a todos, Pastores e fiéis, a importância e o valor da Sagrada Escritura para a vida cristã, bem como a relação entre Palavra de Deus e liturgia.  PARTILHA DE BENS – Continuamos a apelar à vossa generosidade para com o fundo paroquial, através da contribuição da côngrua, tão importante para o sustento do clero desta comunidade. Apelamos ainda para a vossa contribuição para o fundo de obras, tão necessário nesta altura como certamente podeis visualizar pela limpeza e pintura da Igreja Paroquial. Poderão fazer a contribuição na secretaria paroquial, ou através do IBAN PT50 0007 0000 0091 0488 0762 3. Desde já, o nosso muito obrigado. CRISMA DE JOVENS E ADULTOS – Inicia este domingo, dia 16, às 11h00, a formação para o Crisma na nossa Paróquia. Todos os jovens e adultos que ainda estejam interessados deverão fazer a sua inscrição, o mais rápido possível, na secretaria paroquial. O Crisma é para todos os que desejam concluir os sacramentos da iniciação cristã.
Folha Dominical  16 de Janeiro de 2022       https://www.paroquia-ant
Folha Dominical 9 de Janeiro de 2022
https://www.paroquia-antas.pt/  «Jesus foi baptizado e, enquanto orava, abriu-se o céu»  DOMINGO do Batismo do Senhor **********************************************************
«Crise de fé» e «desaparecimento do desejo de Deus»
**********************************************************
O Papa presidiu no Vaticano à Missa da solenidade da Epifania, conhecida popularmente como “Dia de Reis”, em Portugal, alertando para o que designou como “desaparecimento do desejo de Deus”: “Na nossa vida e nas nossas sociedades, a crise da fé tem a ver também com o desaparecimento do desejo de Deus. Tem a ver com a sonolência do espírito, com o hábito de nos contentarmos em viver o dia a dia, sem nos interrogarmos acerca daquilo que Deus quer de nós”.
O Papa Francisco evocou o exemplo dos três Magos que, segundo os Evangelhos, partiram do Oriente em “peregrinação”, ao encontro de Jesus, recém-nascido, convidando todos a fazer a mesma “viagem da fé”: “Não estaremos já há bastante tempo bloqueados, estacionados numa religião convencional, exterior, formal, que deixou de aquecer o coração e já não muda a vida?” E acrescentou: “É triste quando uma comunidade de crentes já não tem desejos, arrastando-se, cansada, na gestão das coisas, em vez de se deixar levar por Jesus, pela alegria explosiva e desinquietadora do Evangelho”.
O Papa destacou que os três Magos, sábios e ricos, se deixaram “inquietar por uma pergunta e um sinal”, o da estrela, citando a homilia de Bento XVI, Papa emérito, na celebração deste dia, em 2013:   “Esta saudável inquietação, que os levou a peregrinar, donde nasce? Do desejo. Eis o seu segredo interior: saber desejar. Meditemos nisto. Desejar significa manter vivo o fogo que arde dentro de nós e nos impele a buscar mais além do imediato, mais além das coisas visíveis”. Sublinhou, entretanto, que a vida é um “mistério” que ultrapassa o ser humano e evocou o testemunho do pintor holandês Vincent van Gogh (1853-1890), o qual escreveu que “a necessidade de Deus o impelia a sair de noite para pintar as estrelas”. “Somos aquilo que desejamos. Porque são os desejos que ampliam o nosso olhar e impelem a vida mais além: além das barreiras do hábito, além duma vida limitada ao consumo, além duma fé repetitiva e cansada, além do medo de arriscar, de nos empenharmos pelos outros e pelo bem”. O Papa afirmou que é necessário “erguer o olhar para o céu” para combater “a bulimia de comunidades que têm tudo e muitas vezes já nada sentem no coração”. E insistiu: “A falta de desejo leva à tristeza e à indiferença”. E apela: “O mundo espera dos crentes um renovado ímpeto para o Céu. Como os Magos, levantemos a cabeça, ouçamos o desejo do coração, sigamos a estrela que Deus faz brilhar sobre nós. Como buscadores inquietos, permaneçamos abertos às surpresas de Deus. Sonhemos, procuremos, adoremos”.  Agência Ecclesia ****************************************
Ir ao encontro dos que são diferentes
****************************************
Neste mês de Janeiro o Papa Francisco sugere a toda a Igreja que esteja atenta e reze pelos irmãos que sofrem discriminações e perseguições religiosas nos países onde grupos religiosos em minoria não conseguem expressar e viver livremente a sua fé. Este não é um tema apenas relativo a grupos cristãos. Há outras religiões que também são perseguidas.  “Neste âmbito da fraternidade, as religiões têm um papel mais importante, pelos valores de compaixão, serviço, solidariedade que todas trazem em si, com acentos diferentes”. Todos os seres humanos são filhos do mesmo Deus, habitam a mesma Terra e isso faz-nos irmãos.  Ir ao encontro dos que são diferentes de cada um de nós, procurar conhecê-los na sua realidade, acolher e proporcionar momentos de diálogo, é missão de cada cristão. Este é um desafio lançado, desafio que não olha a fronteiras politicas, ideológicas ou religiosas. Assim se faz Reino dos Céus. ******************************************
INFORMAÇÕES PARA A COMUNIDADE
******************************************
EUCARISTIA NAS CAPELAS – Belém: dias 15 e 29 jan.; Contumil: dias 8 e 22 jan., às 17h00.  PARTILHA DE BENS – Apelamos à vossa generosidade para com o fundo paroquial, através da contribuição da côngrua, tão importante para o sustento do clero desta comunidade. Apelamos ainda para a vossa contribuição para o fundo de obras, tão necessário nesta altura como certamente podeis visualizar pela limpeza e pintura da Igreja Paroquial. Poderão fazer a contribuição na secretaria paroquial, ou através do IBAN PT50 0007 0000 0091 0488 0762 3. Desde já, o nosso muito obrigado. CRISMA DE JOVENS E ADULTOS – Vai iniciar uma formação para o Crisma na nossa Paróquia. Todos os jovens e adultos que estejam interessados deverão fazer a sua inscrição na secretaria. O Crisma é para todos os que desejam concluir os sacramentos da iniciação cristã.
Folha Dominical  9 de Janeiro de 2022       https://www.paroquia-anta
Nova data par Concerto de Reis 2022
Sábado, 29 de janeiro 16h00 na Igreja das Antas
Nova data par Concerto de Reis 2022  Sábado, 29 de janeiro 16h00 na
O que é um sínodo? https://youtu.be/82PLaAPktsk
Juntos pelo Natal
Fotos da publicação de Paróquia Santo António das Antas
Folha Dominical 25 de Dezembro de 2021
https://www.paroquia-antas.pt/  Um Santo Natal e Feliz Ano Novo
São os votos da equipa sacerdotal. «Nasceu-vos hoje um Salvador»
NATAL DO SENHOR «Proximidade, compaixão e ternura»
O estilo de Jesus que o Papa Francisco pede às crianças O Papa Francisco disse às crianças da Ação Católica para não terem medo de se aproximar de Jesus e disse que o estilo que marca Jesus se descreve nas palavras “proximidade, compaixão e ternura”:
“Perante Jesus que se torna nosso próximo, também nós aprendemos a ser «próximos», a estar perto de outros: perto de familiares, amigos, necessitados. Não tenham medo de pedir-lhe ajuda nas dificuldades, de dizer-lhe quando estão feliz e quando estão tristes”.E acrescentou: “Podemos sempre fazer algo pelos outros sem esperar que os outros façam algo por nós. Sempre podemos ser missionários do Evangelho e ser missionários em qualquer lugar, a partir dos ambientes em que vivemos: na família, na escola, na paróquia, nos locais de desporto e lazer. Mas para fazer isso, para assumir o estilo de Jesus, para ser suas testemunhas, devemos estar com Ele, abrir espaço para Ele nos nossos dias”.A partir do exemplo de uma criança que brincava à sua frente, o Papa referiu a sua liberdade, “iniciativa e coragem” para procurar “coisas desconhecidas”, pedindo às crianças para avançarem “com ousadia”.E pediu ainda o Papa: “Jesus dá-te energia, dá-te coragem cada vez que O vais encontrar na missa e olha para ti com alegria, especialmente quando fazes gestos de partilha e de solidariedade para com os outros, quando és capaz de estar perto de quem está sozinho, sem amigos, em dificuldade; perto de quem sofre e, infelizmente, muitos dos teus semelhantes sofrem! Pense neles, pense nessas pessoas que não conheces, mas são muitos os que sofrem. Leva-os no coração para falar com Jesus”.Aos presentes na audiência, o Papa Francisco afirmou a originalidade de cada pessoa: “Não somos fotocópias, somos todos originais! E o pior é quando queremos imitar os outros e fazer as coisas que eles fazem e dos que são originais, nos tornaremos fotocópias. Isto é mau. Todos têm que defender sua originalidade. Somos todos diferentes. Cada um é uma beleza única e irrepetível”.  Agência Ecclesia Caro Paroquiano, Convidámo-lo a construir um presépio e a oferecê-lo nesta época de amor e partilha.
Propomos a construção de um presépio em casa, no qual coloquem o vosso espírito natalício e criatividade (a avaliar pelo nível do ano passado, teremos excelentes presépios!) . Fotografe este momento e partilhe-o connosco e com a comunidade, através do envio, em anexo de e-mail, para o endereço: folhadom@gmail.com As fotos dos presépios também poderão ser vistas na página de entrada do site da Paróquia, em http://www.paroquia-antas.pt *****************************************
INFORMAÇÕES PARA A COMUNIDADE
*****************************************
EUCARISTIA NAS CAPELAS – FESTAS: Belém: dias 26 dez. e 1 jan., às 09h30. Contumil: dia 2 jan., às 09h30.  SANTA MARIA, MÃE DE DEUS – Dia 31 (sexta-feira) às 17h30; Dia 1 (sábado), às 10h00, 11h30, 19h00. EPIFANIA – Dia 2 (Domingo) às 09h45, 11h00, 12h15 e 19h00. PARTILHA DE BENS – Apelamos à vossa generosidade para com o fundo paroquial, através da contribuição da côngrua, tão importante para o sustento do clero desta comunidade. Apelamos ainda para a vossa contribuição para o fundo de obras, tão necessário nesta altura como certamente podeis visualizar pela limpeza e pintura da Igreja Paroquial. Poderão fazer a contribuição na secretaria paroquial, ou através do IBAN PT50 0007 0000 0091 0488 0762 3. Desde já, o nosso muito obrigado. CRISMA DE JOVENS E ADULTOS – Vai iniciar uma formação para o Crisma na nossa Paróquia. Todos os jovens e adultos que estejam interessados deverão fazer a sua inscrição na secretaria. O Crisma é para todos os que desejam concluir os sacramentos da iniciação cristã. Podem fazê-lo mesmo que tenham sido só batizados.
Folha Dominical  25 de Dezembro de 2021       https://www.paroquia-an
4.a vela de Advento - 19-12-2021
Fotos da publicação de Paróquia Santo António das Antas
Eucaristias Santa Maria, Mãe de Deus e Epifania
Eucaristias Santa Maria, Mãe de Deus e Epifania
Eucaristias Natal e Sagrada Família
Eucaristias  Natal  e   Sagrada Família

Próximos Eventos

  • Semana do Consagrado

  • Concerto de Reis 2022

    na Igreja Paroquial, com a participação de  quarteto de cordas  ALIUM ENSEMBLE e do encAntas Coro.

  • IV Domingo do Tempo Comum

  • Senhora das Candeias

    Nossa Senhora das Candeias, Nossa Senhora da Luz, Nossa Senhora da Candelária, Nossa Senhora da Apresentação ou Nossa Senhora da Purificação são nomes atribuídos à Santa Maria celebrada neste dia 2 de fevereiro, no dia da Apresentação do Senhor ao Templo, quarenta dias após o seu nascimento. Este foi também o dia de purificação de Nossa Senhora. Segundo a lei de Moisés, após darem à luz, as mulheres ficavam impuras, devendo visitar o templo de Jerusalém somente quarenta dias após o parto. Nesse dia se deviam apresentar perante o sacerdote e realizar um sacrifício para se purificarem. Foi com base na apresentação do Menino Jesus pela Virgem Maria e por São José, diante do profeta Simeão, que nasceu a celebração do Dia de Nossa Senhora das Candeias. Jesus seria a luz que iluminaria o mundo. As festas do dia começaram a ser celebradas com uma procissão de velas no século X, a recordar esse aspeto.

  • Dia do Consagrado

  • Apresentação do Senhor

    "Festa da Apresentação do Senhor, pelos gregos chamada Hypapante: quarenta dias depois do Nascimento do Senhor, Jesus foi levado ao templo por Maria e José, cumprindo externamente a lei mosaica, mas na verdade indo ao encontro do seu povo crente e exultante, como luz para se revelar às nações e glória do seu povo Israel."

  • Adoração do Santíssimo Sacramento

    na Igreja

  • V Domingo do Tempo Comum

  • Cinco Chagas do Senhor

    "O culto das Cinco Chagas do Senhor, isto é, as feridas que Cristo recebeu na cruz e manifestou aos Apóstolos depois da ressurreição, foi sempre uma devoção muito viva entre os portugueses, desde os começos da nacionalidade. São disso testemunho a literatura religiosa e a onomástica referente a pessoas e instituições. Os Lusíadas sintetizam (I, 7) o simbolismo que tradicionalmente relaciona as armas da bandeira nacional com as Chagas de Cristo. Assim, os Romanos Pontífices, a partir de Bento XIV, concederam para Portugal uma festa particular, que ultimamente veio a ser fixada neste dia."

  • Leitores

Contactos

Igreja das Antas
Rua Santo António das Antas, 15
4200 - 483 PORTO
Telefone: 225021006
Email: geral@paroquia-antas.pt